Fale com o Presidente Miguel Torres
11 3388.1073 Central de Atendimento 11 3388.1073
Radio Peao Brasil Luta Sindical

Adnaldo Ferreira de Oliveira


Data de nascimento: 12/08/1954
Data em que se tornou sócio: 22/04/1992
Naturalidade: Santa Maria da Vitória/BA
Sindicato – 2º andar Sala 202
Tel: 3388-1047 e 3388-1052
adnaldo@metalurgicos.org.br

Diretor do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e Mogi das Cruzes, Adnaldo Ferreira nasceu em Santa Maria da Vitória, Bahia, em 12 de agosto de 1954. É pai de cindo filhos. Trabalhou com os pais na lavoura até os 17 anos, quando veio para São Paulo, em busca de melhores condições de vida.

Em 1973 conseguiu o seu primeiro emprego, na Metalúrgica Termo Elétrica de São Bernardo do Campo. Foi aí que começou seu contato com as organizações de trabalhadores. Demitido da MTE, trabalhou também na Cibié, Tormec e Weber.

Em todas participou como ativista sindical, cipeiro e em comissão de fábrica, sendo demitido das mesmas por participar de greves. Combativo na defesa de seus ideais, tornou-se assessor do Sindicato em 1987, atuando nas zonas sul e oeste.

Em 1993, compôs a chapa da diretoria, sendo eleito diretor, atuando na zona norte. Adnaldo esteve presente em grandes lutas, conquistas e greves históricas do Sindicato, como a criação da Força Sindical, pelo aumento de 147% dos aposentados, redução da jornada de trabalho, PLR etc.

Além de exercer as atividades sindicais, Adnaldo também foi tesoureiro do Centro de Atendimento Biopsicossocial Meu Guri, que tem como objetivo tirar crianças das ruas.

Adnaldo Ferreira também atua nas Comunidades de Bairros da zona norte de SP, fazendo um trabalho de ligação dos trabalhadores das empresas metalúrgicas com os bairros onde moram. Foi candidato a vereador de São Paulo em 2004 e em 2008, importante experiência para levar para a população as propostas dos trabalhadores e do movimento sindical por uma cidade melhor.

Nas eleições sindicais de 2008 e 2012, Adnaldo Ferreira foi confirmado como diretor do Sindicato, sendo reeleito em agosto de 2016 para a gestão 2017-2021.