Fale com o Presidente Miguel Torres
11 3388.1073 Central de Atendimento 11 3388.1073
Logo 9ª Copa Tabelas Completas
Pontuações Jogos Realizados
Luta Sindical

FST realiza encontro para preparar congresso nacional de trabalhadores

Agência Sindical
4/4/2018 –
 quarta-feira

O Fórum Sindical dos Trabalhadores realizará dia 17, em São Paulo, um encontro com dirigentes das Confederações filiadas, para debater a organização de um Congresso Nacional dos Trabalhadores. O encontro preparatório será no Leques Brasil – Hotel Escola.

“A ideia é definir as linhas de discussões para o Congresso. Nesse encontro vamos saber das necessidades das entidades filiadas. Irá nortear o nosso Congresso”, informa o coordenador do FST, Artur Bueno de Camargo. O dirigente disse à Agência Sindicalque a coordenação do Fórum já enviou a convocação às 22 Confederações filiadas. “Nela pedimos que estendam o chamado para as Federações e Sindicatos filiados”, completa.


Artur Bueno, coordenador do FST, com dirigentes na primeira reunião em janeiro

O Congresso deve ocorrer no mês de agosto, em Praia Grande, litoral Sul de São Paulo. Artur Bueno adianta que a conjuntura econômica e a resistência à reforma trabalhista estarão no centro dos debates. Porém, segundo o coordenador do FST, as eleições deste ano é que devem dominar as discussões. “No Congresso, já saberemos quem serão os candidatos, pois as convenções partidárias já terão as chapas formadas”, explica.

Eleições – Artur também citou o movimento “Basta!”, que apoiará candidatos alinhados com o pensamento progressista. “O Basta! está consolidado. Precisamos agora é divulgá-lo cada vez mais. Essa plataforma será uma excelente ferramenta para conhecer os candidatos e saber de seus projetos. Tanto no encontro quanto no Congresso ele estará presente”, ressalta.

O movimento tem como principais bandeiras o combate à corrupção, a reforma do Estado e o comprometimento com as políticas de redução das desigualdades sociais. Além de combater o rentismo e a submissão das políticas públicas às imposições do mercado.

Comentários