Fale com o Presidente Miguel Torres
11 3388.1073 Central de Atendimento 11 3388.1073
Radio Peao Brasil Luta Sindical

Lula envia carta a Miguel Torres de apoio aos metalúrgicos do Brasil

Veja em versão reduzida no seguinte audiovisual

 

Sem medo de ser feliz!

Luiz Inácio Lula da Silva

Tenho muito orgulho de minha origem, de ter nascido no sertão, no Brasil que eu amo e sempre amarei.

Tenho muito orgulho também de pertencer à categoria metalúrgica e de ter lutado, juntamente com inúmeros outros aguerridos companheiros e companheiras, por melhores salários e condições de trabalho dignas e pela redemocratização do País.

E, por ser metalúrgico, quero dedicar algumas palavras de apoio e incentivo aos metalúrgicos do Brasil, trabalhadores e trabalhadoras, que hoje, em suas respectivas campanhas salariais, vão precisar de muita união e força para enfrentar as difíceis negociações com os patrões.

E as dificuldades são muitas, principalmente por estar vigorando no Brasil uma nefasta reforma trabalhista, que tira e reduz direitos históricos da classe trabalhadora, precariza as relações de trabalho e tenta acabar com as estruturas de luta dos sindicatos.

Quero, nesta mensagem, demonstrar o grande apreço que tenho pelo companheiro Miguel Torres, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e Mogi das Cruzes e da Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos. Um sindicalista que certamente já está liderando com os demais companheiros de luta uma mobilização salarial importante para os trabalhadores, contra o arrocho salarial, contra a crise e contra o desemprego.

Miguel Torres, que também é presidente da Força Sindical, exercendo uma expressiva e reconhecida liderança nas lutas por um Brasil melhor para o nosso povo. Agradeço Miguel por sua presença na sede do Sindicato dos Metalúrgicos em São Bernardo, nos momentos que antecederam minha injusta prisão. Guardo para sempre no meu coração e em minha memória este gesto de lealdade e companheirismo.

Agradeço os demais companheiros sindicalistas que em revezamento participaram da Vigília Lula Livre, em Curitiba, e puderam vivenciar um momento histórico em defesa da verdadeira justiça e contra a perseguição política que estamos sofrendo aos olhos do mundo todo.

Uma perseguição política que é mantida por uma forte unidade entre as classes dominantes formadas por setores conservadores que nada têm de patriotismo, que odeiam o povo, que jogam a opinião pública contra os movimentos sociais, contra o sindicalismo e contra os partidos progressistas e democráticos.

Uma elite rancorosa, que nunca irá reconhecer os avanços sociais, econômicos, políticos e culturais que obtivemos no período em que governamos o Brasil, contra a miséria, contra a fome, contra a exclusão do nosso povo.

As eleições chegaram, os nomes já estão definidos e novamente colocamos nossas candidaturas a serviço da população brasileira, para que cada eleitor possa exercer o direito de votar e de escolher aqueles que considerarem realmente compromissados com o futuro do País e preparados para barrar os retrocessos que o atual governo golpista e seus aliados impuseram à nação.

Vamos à luta, companheiros e companheiras!

Um forte abraço a todos e a todas!

Curitiba, 22 de agosto 2018

Luiz Inácio Lula da Silva