Fale com o Presidente Miguel Torres
11 3388.1073 Central de Atendimento 11 3388.1073
Radio Peao Brasil Luta Sindical

Mais de 45 milhões de trabalhadores pararam neste 14 de Junho pela Previdência Social

Greve Geral foi vitoriosa, a maior da História do Brasil

Coletiva das centrais

Trabalhadores e trabalhadoras de todo o País, das mais variadas categorias,  cruzaram os braços nesta sexta, 14 de junho, contra os cortes do governo na educação, o desemprego e a reforma da Previdência.

Miguel Torres, presidente da Força Sindical, percorreu logo de madrugada as garagens de ônibus e metalúrgicas, com o deputado Paulinho da Força e outros dirigentes e, às 11h, em frente à Superintendência do INSS, no centro de São Paulo, participou da coletiva das centrais.

“A reforma da Previdência do governo não combate as desigualdades nem os privilégios e prejudica os mais pobres. O governo quer que os brasileiros contribuam por mais tempo e recebam benefícios menores. É inaceitável esta injustiça”, diz Miguel Torres, também presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e Mogi das Cruzes e da CNTM.

Na metalúrgica Fame

Em garagem de ônibus

Em frente ao INSS