Fale com o Presidente Miguel Torres
11 3388.1073 Central de Atendimento 11 3388.1073
Radio Peao Brasil Luta Sindical

Manter a taxa Selic inalterada inibe ainda mais a criação de emprego

A decisão do Copom (Comitê de Política Monetária) de, novamente, manter a taxa Selic no atual patamar (6,5% ao ano), reafirma que este governo atende única e tão somente aos interesses dos banqueiros e dos grandes especuladores.

Insisto em dizer que a taxa Selic continua extremamente proibitiva, e que os juros altos inibem os investimentos e a geração de novos postos de trabalho.

É importante destacar que o País tem atualmente cerca de treze milhões de desempregados que continuarão sem perspectivas caso, a partir de 2019, o novo governo não passe a adotar, entre outras medidas, uma política contundente de redução dos juros.

Somente com juros baixos teremos maior investimento no setor produtivo, a produção será impulsionada a um patamar mais elevado e, consequentemente, serão criados mais postos de trabalho formais, diminuindo a informalidade e fazendo com que o Brasil volte a caminhar, a passos largos, rumo ao seu desenvolvimento pleno.

Miguel Torres
Presidente da Força Sindical, CNTM e Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e Mogi das Cruzes