Fale com o Presidente Miguel Torres
11 3388.1073 Central de Atendimento 11 3388.1073
Logo 9ª Copa Tabelas Completas
Pontuações Jogos Realizados
Luta Sindical

NOTA dos metalúrgicos sobre a saída de Pedro Parente

Esperamos que a saída de Pedro Parente da Petrobras seja a primeira de muitas outras mudanças necessárias, tanto no governo quanto Congresso Nacional. Pois é impossível continuar convivendo com uma casta que só governa e impõe medidas visando os próprios interesses e os interesses de uma minoria, usurpando o bem público e impedindo o desenvolvimento geral do País.

Os aumentos recentes da gasolina são um deboche deste governo ilegítimo que não quer nem nunca quis realmente negociar com os caminhoneiros, com os petroleiros e com os trabalhadores. Um governo ilegítimo que, com a redução do preço do diesel e da isenção da cobrança de pedágio sobre os eixos levantados, vai tirar de quem produz e das áreas sociais para cobrir a “perda” de sua arrecadação espúria.

O governo Temer acha que fez um favor ao “negociar” e isto evidencia mais uma vez que não sabe o que é dever para com a Nação. Nas eleições 2018, a classe trabalhadora e o povo brasileiro se encarregarão de dizer não a todos os que agem contra os interesses nacionais, trabalhistas e sociais e evitar que os traidores sejam reeleitos. A luta faz a lei!

Miguel Torres
Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e Mogi das Cruzes e da CNTM (Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos), vice-presidente da Força Sindical e um dos coordenadores do movimento Brasil Metalúrgico

Comentários