Fale com o Presidente Miguel Torres
11 3388.1073 Central de Atendimento 11 3388.1073
Radio Peao Brasil Luta Sindical

Justiça manda Stampcom reintegrar trabalhador

Arquivo do Sindicato

O Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e Mogi das Cruzes conseguiu, na Justiça, a reintegração de um trabalhador da Stampcom Corte Conformação (zona sul) que havia sido demitido em fevereiro de 2017, por justa causa. O companheiro é ativista sindical e tinha estabilidade de Cipa (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes).

A reintegração foi determinada pelo juiz da 1ª Vara do Trabalho de São Paulo, dr. João Felipe Pereira da Sant´Anna, que anulou a justa causa, reconheceu que o trabalhador era detentor da estabilidade e condenou a empresa a pagar os salários de todo do período de afastamento, 13º salário, depósitos do FGTS. Determinou, ainda, a concessão dos benefícios da justiça gratuita ao trabalhador.

Segundo o diretor sindical José Silva, que enfrentou a empresa e defendeu o trabalhador, mesmo após a demissão, o Sindicato entrou com mandado de segurança garantindo a ele o direito de participar da nova eleição da Cipa no ano passado. O trabalhador concorreu com medida liminar e foi eleito com 50% dos votos apurados.

“O trabalhador tem uns dez anos de casa e há tempos vem sofrendo perseguição e vamos continuar acompanhando a situação. A empresa controlava a ida ao banheiro das mulheres, pagava salário mínimo pra todos os funcionários, desrespeitando o piso da categoria, tinha muitos trabalhadores sem registro. Eu disse que ela estava errada e aos poucos fomos mudando esta situação, mas o embate ali é grande e vai continuar. Ela não cumpriu com o acordo da PLR de 2017 que foi negociado no tribunal e queremos a implantação da política de cargos e salários”, afirmou o diretor.

A luta conta com o apoio dos assessores Manoel e Jair, do presidente Miguel Torres, do secretário-geral Arakém.