Fale com o Presidente Miguel Torres
11 3388.1073 Central de Atendimento 11 3388.1073
Radio Peao Brasil Luta Sindical

Nota Oficial

A diretoria do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e Mogi das Cruzes informa que fará o repasse de pagamentos de indenização trabalhista a José Carlos de Almeida Saraiva e a Vanessa Aparecida da Silva, filha de José Hugo da Silva. Estes casos (noticiados inicialmente em 12.9.2018 pelo SPTV2) de não pagamento de recursos – devidos a trabalhadores – oriundos de processos trabalhistas coletivos e/ou individuais contra empresas metalúrgicas, não haviam sido devidamente informados à diretoria do Sindicato pelos antigos responsáveis pelo departamento jurídico da entidade (desligados em 4.9.2018).

O presidente do Sindicato, Miguel Torres, que estava em Bogotá, Colômbia, em eventos de entidades sindicais, ao tomar conhecimento dos fatos, solicitou aos novos responsáveis pelo Departamento Jurídico uma minuciosa e urgente verificação destes casos trabalhistas e antecipou seu retorno a São Paulo para solucionar os problemas apontados.

O novo Departamento Jurídico informou que:

* “O
procedimento padrão do Sindicato é enviar Carta Registrada aos trabalhadores para que compareçam à entidade quando os valores de seus processos estão disponíveis. Contudo, há situações em que os processos tramitam durante muitos anos e os trabalhadores acabam não sendo localizados (por exemplo: mudam de residência e não atualizam seus endereços no cadastro do Sindicato) ou que falecem. Nos casos de falecimento, o valor pode ser retirado apenas mediante a comprovação do direito dos herdeiros.
Tudo deve ficar registrado nas pastas dos casos e, ao lado disso, sempre que os trabalhadores comparecem ao Departamento Jurídico recebem informações precisas e atualizadas da situação de seus processos.
As situações apresentadas enquadraram-se nas hipóteses ora mencionadas, inexistindo qualquer registro de recusa ao pagamento de verbas devidas aos trabalhadores.
Cabe acrescentar, por fim, que a liberação do valor do acordo de dois milhões aludido na matéria deu-se há menos de 2 meses (ou seja, tempo muito curto para a localização de todos os representados, ainda mais porque o processo tramita há vinte e cinco anos) e representou grande vitória do Departamento Jurídico, que depois de tantos anos e por meio de uma difícil negociação, conseguiu celebrar acordo com a empresa e receber os valores perseguidos no processo”.

O Sindicato, ao longo de seus quase 86 anos de existência, reafirma sua missão de defender os interesses da categoria metalúrgica em todos os aspectos: trabalhistas, jurídicos, econômicos e sociais.

Seguimos à inteira disposição para quaisquer outros esclarecimentos.