Fale com o Presidente Miguel Torres
11 3388.1073 Central de Atendimento 11 3388.1073
Logo 9ª Copa Tabelas Completas
Pontuações Jogos Realizados
Luta Sindical

Trabalhadores do setor aéreo anunciam paralisação

Diante do impasse nas negociações salariais, aeronautas (tripulantes) e aeroviários (pessoal de terra) convocaram uma paralisação para hoje. Os detalhes serão definidos em assembleias que serão realizadas às 13h em sete estados. O movimento só será suspenso se as companhias aéreas apresentarem nova proposta até lá, uma possibilidade remota.

Ontem, trabalhadores e representantes das empresas estiveram reunidos no Rio para uma última tentativa de acordo, mas não chegaram a um consenso. Os aeronautas pedem reajuste de 11,4% e os aeroviários, 10%. As empresas ofereceram aumentos de 1,5% (para quem ganha acima de R$ 5 mil) a 6% (até R$ 852,1). O INPC, índice de inflação que serve de base para as negociações, está em 5,95% no acumulado dos últimos 12 meses. Em 2011, o reajuste foi de 6,5%, para uma inflação de 6,16%, o que representou ganho real de 0,3%, nas contas do Sindicato Nacional dos Aeronautas.

As assembleias dos aeronautas serão em São Paulo, Rio, Belém e Brasília. As dos aeroviários serão em São Paulo, Rio, Brasília, Salvador, Fortaleza e Curitiba. Independentemente do que for decidido, estão programadas manifestações às 16h em cinco aeroportos, entre eles Congonhas (SP) e Santos Dumont (RJ).

A insatisfação é grande. É a oferta salarial das empresas, as demissões da Webjet, a situação dos aposentados do Aerus (fundo de pensão dos ex-funcionários da Varig)… – disse Graziella Baggio, do sindicato dos aeronautas.

As empresas alegam que tiveram prejuízo em 2012 e que os custos aumentaram. O combustível, por exemplo, já subiu 16,74% este ano.

Comentários