Fale com o Presidente Miguel Torres
11 3388.1073 Central de Atendimento 11 3388.1073
Logo 9ª Copa Tabelas Completas
Pontuações Jogos Realizados
Luta Sindical

Francisco Roberto Sargento – 5º Secretário


Data de nascimento: 19/05/1955
Data em que se tornou sócio: 06/01/1982
Naturalidade: Fortaleza/CE
Sindicato: 12º Andar Sala 1208
Tel: 3388.1109
Fax: 3388.1248
E-mail: roberto.sargento@metalurgicos.org.br

Uma vida a serviço das causas socais

Roberto Sargento dedica sua vida a construção de uma sociedade mais justa e solidária. Desde 1973, atua em movimentos sociais pela defesa dos direitos dos trabalhadores. É diretor executivo, 2°Secretário do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e Mogi das Cruzes, Secretário Geral do Partido Democrático Trabalhista (PDT) de São Paulo e membro da Ordem dos Parlamentares do Brasil – OPB.

Cronologia de uma vida de lutas

1973 – Formou-se técnico na área de ferramentaria no Senai Ari Torres, sendo estagiário na Caterpilar do Brasil.

1974 – Militar da reserva no Exército Brasileiro na Arma de Infantaria. Atuou na campanha contra a meningite, salvando milhares de pessoas desta grave epidemia. Atuou como força de apoio na tragédia do incêndio do edifício Joelma em São Paulo. Foi atleta em pentatlo militar do 2° exército/SP.

1976 – Filiou-se ao Partido Comunista do Brasil (PC do B), ainda na clandestinidade para organizar a luta pela redemocratização. Foi do comitê distrital do PC do B.

1978 – Participou da coordenação do movimento contra o custo de vida e colheu mais de um milhão de assinaturas contra a carestia de vida e por creches para filhos de trabalhadores e foi líder da histórica greve de 41 dias da Caterpilar. Liderou e comandou a 1ª Greve Geral. Foi eleito cipeiro em várias empresas: Taurus, Brassinter, Albarus. Participou e coordenou o movimento pela anistia ampla, geral e irrestrita.

Foi eleito membro do Diretório Regional do PMDB e atuou no Movimento da Juventude. Atleta e meio fundista de várias Meias Maratonas e São Silvestre, obtendo expressivos resultados com o patrocínio da empresa Taurus.

1980 – Lutou em movimentos sociais pela regulamentação de loteamentos clandestinos na zona sul de São Paulo, por água, luz e transporte digno.

1982 – Delegado do 1° Encontro das classes trabalhadoras ENCLAT. Participou e coordenou a campanha do 1° Deputado Federal Operário Metalúrgico, eleito pelo PC do B, Aurélio Peres.

1983 – Dirigente do Comitê dos desempregados e de luta por vale transporte gratuito, cesta básica e requalificação profissional, acampando na porta da Prefeitura, Assembléia Legislativa e Palácio do Governo (Montoro).

1984 – Fundou a Sociedade Amigos do Jardim Progresso e Adjacências, sendo o 1° Presidente. Distribuiu ticket de leite, vários benefícios (luz, água, asfalto, transporte, escola etc). Participou ativamente do movimento pelas eleições Diretas, JÁ! e pela redemocratização.

1986 – Participou de vários movimentos pela preservação da Represa Billings. Foi membro do Conselho de Segurança do 48° DP.

1987 – Foi convidado a participar da Assessoria do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo, com Luiz Antonio de Medeiros, no sindicalismo de resultados. Participou ativamente de todas as lutas pelos direitos sociais dos trabalhadores, como a redução da jornada de trabalho para 44 horas semanais, ação dos 147% para os aposentados, 1/3 de férias, licença maternidade, entre outras. Participou e organizou a fundação da Força Sindical, do Centro de Solidariedade, entidade que visa a requalificação e recolocação profissional.
Foi fundador e é colaborador do Centro de Atendimento Biopsicossocial Meu Guri. Organizou e coordenou a marcha para Brasília – uma caminhada que durou 30 dias, com mais de 100 trabalhadores e militantes, pelo pagamento dos expurgos do FGTS e pela valorização do salário mínimo. Foi fundador do Sindicato Nacional dos Aposentados da Força Sindical.

1990 – Foi eleito para a diretoria do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo.

1992- Participou intensamente do movimento social pelo impeachment do presidente Collor.

1994 – Foi aprovado em plenária da categoria metalúrgica para ser o candidato a Deputado Estadual, conseguindo uma expressiva votação. Participou da direção Estadual do Partido Progressista.

1996 – Fundador da ABRACAP (Associação de Capoeira do Brasil), juntamente com o mestre Paulo Mendes, entre outros, como forma de organizar esta arte no País. Participou da coordenação da campanha vitoriosa do Deputado Federal Luiz Antonio de Medeiros, ao Congresso Nacional, obtendo 178 mil votos.

1998 – Formou-se na Escola Temática Metodológica de Formação de Formadores para a América Central e Caribe. Participou de vários seminários internacionais pela CIOLS/ORIT como, por exemplo, em Estocolmo (Suécia), Turim (Itália) e Paris (França). Foi eleito Diretor Executivo do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo, Mogi das Cruzes e Região. Recebeu o título de Cidadão Mairiporense, por serviços prestados àquele município. Eleito conselheiro da Fundação Ceret e presidente nomeado pelo Governador Mário Covas

2000 – Foi aprovado pela categoria e pelas diretorias do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e da Força Sindical para ser o Vereador por São Paulo, onde teve uma expressiva votação, sendo o 3° mais votado do partido e o mais votado da Central, ficando na suplência com 18.000 votos.

2002 – Formou-se com outros dirigentes no curso de formação e capacitação da OIT (Organização Internacional do Trabalho), no Centro Internacional de Formação em Turim (Itália) e Lisboa (Portugal).

2004 – Foi convidado por Paulo Pereira da Silva e pelo Governador Leonel Brizola a ser o Secretário-Geral Municipal do PDT em São Paulo. Como Secretário-Geral, coordenou a campanha a Prefeito de São Paulo de Paulo Pereira da Silva.

2005 – Eleito Vice-Presidente Sudeste do Movimento Sindical Nacional do PDT (Partido Democrático Trabalhista).

2006 – Participou do comitê executivo na coordenação da campanha vitoriosa de Paulo Pereira da Silva, o Paulinho, a Deputado Federal. Paulinho foi eleito com 287.443 votos. Formou-se na Escola de Formação de Governantes pela Universidade de São Paulo (USP) e tornou-se membro do Diretório Nacional do PDT. Tornou-se membro da Ordem dos Parlamentares do Brasil (OPB) e sócio benemérito da Sociedade Amigos do Jardim Progresso e Adjacências, entidade carente do Grajaú, zona sul de São Paulo.

Nas eleições de 2008 e 2012 foi confirmado como diretor. Em 2013, tomou posse como 5º Secretário do Sindicato.

Outras funções: fundador do partido Solidariedade, onde é membro da executiva, da estadual/SP e do movimento sindical sudoeste. É diretor social do Conseg de Vila Formosa. É secretário de Comunicação da Força Sindical SP.

Comentários