Centrais, sindicatos e patrões debatem desindustrialização

Nesta segunda-feira, 27, às 13h30, na sede da FIESP, em São Paulo, entidades patronais, centrais sindicais e sindicatos estarão reunidos para discutir a grave situação da indústria instalada no País e definir uma pauta de ações que serão cobradas do governo com o objetivo de estimular a produção, aumentar a competitividade e devolver ao setor produtivo sua capacidade de gerar empregos e riquezas.

Entre os principais temas estão taxa de juros, câmbio, desoneração de investimentos e defesa comercial, entre outros. Estarão presentes os presidentes da FIESP/CIESP, CNM/CUT, CUT-SP, UGT, Força Sindical, CTB e CGTB, da CNTM e do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e Mogi das Cruzes e Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, e representantes das entidades patronais Fiergs, Abimaq, Simvep, Sinafer, Simefre, Sinditextil/ABIT, Sinproquim, Sicetel, Abrinq, Fecomercio, Abiquim, Abipeças, Abinee, Sindiroupas, Siaesp, Sindiplast, Sindipeças e Siniop.

Às 15h, os representantes das entidades patronais e das centrais sindicais estarão disponíveis para atender a imprensa. 

www.fsindical.org.br