Sindicatos definem data para ato contra a desindustrialização

Ato deve reunir mais de 80 mil

pessoas no dia 4 de abril em São Paulo

Os sindicatos ligados à Força Sindical decidiram realizar uma grande manifestação em São Paulo, no dia 4 de abril, para alertar o governo federal e a sociedade sobre os riscos devastadores da desindustrialização, aumento desenfreado das importações e câmbio valorizado que estão diminuindo a produção e desempregando.

O ato será feito em conjunto com a CGTB, NCST, UGT, CTB e entidades patronais do setor produtivo. “Queremos reunir milhares de trabalhadores para preservar nossa indústria e garantir os empregos”, afirmou o presidente da Força Sindical, Paulo Pereira da Silva, o Paulinho.

A próxima reunião de organização  do ato será na segunda-feira (12 de março), às 8 horas, na sede do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e Mogi das Cruzes. Devem participar representantes das centrais sindicais, da Fiesp, Abimaq e Abit.