Fale com o Presidente Miguel Torres
11 3388.1073 Central de Atendimento 11 3388.1073
Radio Peao Brasil Luta Sindical

Paim apresenta proposta de Estatuto do Trabalho em audiência na CDH

Conforme anunciou em plenário no início da semana, o senador Paulo Paim (PT-RS) apresentou, em audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado a proposta de Estatuto do Trabalho.

gt estatuto do trabalho

A proposta, que vai tramitar na Casa como sugestão legislativa, visa substituir o vácuo deixado na legislação trabalhista (CLT) com a aprovação da chamada Reforma Trabalhista, consubstanciada na Lei 13.467/17. Como todos estão acompanhando, a lei deixou grande vácuo e lacuna profunda no Direito do Trabalho, o que fragiliza as relações de trabalho.

A proposta tem 128 páginas e está dividido em 2 partes, com capítulos, títulos, seções e livros. A 1ª parte, “Do Direito do Trabalho” é bastante abrangente e trata de vários aspectos das relações de trabalho, como férias, proteções no ambiente de trabalho, modalidades de contrato de emprego, entre outros.

A 2ª parte, “Do Direito Processual do Trabalho”, abrange a Justiça do Trabalho e o Processo do Trabalho em geral.

A audiência realizada pela CDH, na manhã desta quinta-feira (10), no âmbito da Subcomissão do Estatuto do Trabalho destinada a receber as contribuições das entidades que compõe o Grupo de Trabalho da subcomissão, teve a participação, entre outros:

– da ministra do TST, Delaíde Alves Miranda Arantes;

– do presidente da Associação Latino-Americana de Juízes do Trabalho (ALJT), Hugo Melo Filho;

– do presidente da Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho (ANPT), Ângelo Fabiano Farias da Costa;

– do procurador Regional do Trabalho – Secretário de Relações Institucionais do MPT, Alessandro Santos de Miranda;

– do presidente do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho (Sinait), Carlos Silva;

– do presidente da Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra), Guilherme Guimarães Feliciano;

– do presidente da Associação Brasileira de Advogados e Advogadas Sindicais (Abras), Maximiliano Nagl Garcez;

– do secretário geral da Intersindical – Central da Classe Trabalhadora, Edson Índio;

– do representante da Associação Brasileira de Advogados Trabalhistas (Abrat) e representante da Associação Latino Americana de Advogados Laboralistas (Alal), Alessandra Camarano;

– do vice-presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Turismo e Hospitalidade de Brasília, Distrito Federal e Brasil (Contratuh), Wilson Pereira; e

– da secretária de Relações do Trabalho da CUT Nacional, Graça Costa.

Tramitação
A Sugestão Legislativa (SUG) 12/18 é resultado do trabalho da Subcomissão do Estatuto do Trabalho, que realizou 20 audiências públicas. A proposta vai ser debatida na CDH e depois votada. Caso seja aprovada, em seguida tramitará como projeto de lei, e vai passar por outras comissões do Senado Federal.

Fonte: Diap